Feliz Natal

Pai Natal dorminhoco

E porque o Natal é principalmente das crianças, hoje deixo-vos um pequeno conto de Natal, imaginado pelo meu filho Francisco, de 6 anos. É um história muito simples. Eu acho engraçada e estou muito orgulhosa. Ele está muito feliz. De tanto ver a mãe rodeada de livros e de já ter o gosto pela leitura bem apurado, agora quer escrever histórias 🙂

 

O PAI NATAL DORMINHOCO

Há um velhote, muito velho, muito velho e muito fofo, muito fofo que vive na Lapónia e que se chama Nicolau.

Todos os anos no Natal distribui presentes às crianças de todo o Mundo.

Faz a viagem pelo mundo usando um balão de ar quente.

Em cada casa, pára o balão, lança a âncora e desce por uma escada até ao telhado. Entra pela chaminé e deixa os presentes que os meninos pediram nas cartas, debaixo da árvore de Natal de cada família.

Certo dia, já cansado da viagem, o Nicolau senta-se num cadeirão para comer a tarte de requeijão que o Dinis lhe tinha deixado junto à chaminé e adormece.

Quando o Dinis acorda, vai a correr até à árvore para procurar os seus presentes e encontra o Nicolau adormecido.

– Pai Natal! Pai Natal! Acorda. – Diz o Dinis baixinho para não o assustar.

O Pai Natal acorda estremunhado e de olhos arregalados pergunta:

– Quem és tu? Onde é que eu estou?

– Sou o Dinis e esta é a minha casa. – responde o pequeno, muito feliz.

– Ai Jesus que adormeci! Não me devias ter visto aqui. Não podes contar a ninguém que me viste ou eu perco a minha magia. Tens que me prometer.

– Eu prometo, Pai Natal, mas antes de te ires embora quero que vás comigo a um lugar.

– Não posso ser visto por ninguém, Dinis. Tenho que me ir já embora.

– Tenho uma ideia. Podes ir comigo e se te virem não faz mal porque nesta altura há por aí muitas pessoas vestidas de Pai Natal. Vão todos pensar que tu também só está vestido de Pai Natal.

O Dinis sai com o Nicolau e leva-o até à praça principal da cidade onde vai cantar canções de Natal com os seus amigos, a Francisca, a Sofia, o Martim, o Guilherme, a Luísa e a Maria.

– Que bem que eles cantam! – Pensou o Pai Natal. – Que momento tão bonito! Acho que vou voltar mais vezes.

Francisco , 6 anos, Dezembro de 2017

 

Desejo a todos um Natal muito Feliz, com saúde, alegria, muito amor no coração, família reunida à volta de uma mesa recheada e bons livros nos sapatinhos da pequenada, como não poderia deixar de ser 🙂

 

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s