A mala misteriosa do senhor Benjamin

440x (2)

A história baseia-se na fuga de Walter Benjamin da Alemanha quando o regime nazi tomou o poder. Walter Benjamin foi um brilhante filósofo e escritor alemão.

A fuga de Benjamin, contou com a ajuda da Senhora Fittko, uma austríaca que foi encarcerada num campo prisional para mulheres por ter lutado ao lado da Resistência contra o regime de Hitler. Quando conseguiu escapar, juntou-se ao Comité de Resgate de Emergência. Pondo em risco a sua própria vida ela guiava os fugitivos através dos estreitos caminhos dos Pirenéus até à fronteira com Espanha. Estima-se que terá ajudado a salvar a vida de cerca de 80 000 pessoas.

Não foi no entanto o caso de Walter Benjamin que, segundo a minha pesquisa, perante as dificuldades que encontrou quando tentava atravessar os Pirenéus, acabou por se suicidar.

 

Começa assim:

“ Era uma vez, não há muito tempo, um homem excepcional chamado senhor Benjamim que morava numa grande cidade.

Ele era um filósofo brilhante e tinha ideias extraordinárias. Mas, um dia, o país em que vivia decidiu que as ideias extraordinárias eram perigosas.

Por isso, todos aqueles que tinham ideias extraordinárias eram presos.”

Assim está dado o mote para a fuga do Sr. Benjamim. No dia da grande fuga, ao contrário das recomendações da senhora Fittko, Benjamim aparece no local combinado a suar e a bufar,  trazendo uma mala pesadíssima. Insiste em levá-la consigo pois o que está lá dentro, é para si mais importante do que a sua própria vida.

Este elemento mistério, que nunca é desvendado, é o catalizador da imaginação dos mais pequenos ao longo de todo o livro. O que haverá dentro da mala misteriosa? Quando o senhor Benjamim desaparece, a história da mala misteriosa corre mundo e todos têm um palpite sobre o conteúdo da mala.

Desconfio que os vossos filhos também vão ter alguns palpites. O meu, tem. 😀

Um livro que toca de forma muito leve num assunto pesadíssimo e que é, na minha opinião, um óptimo primeiro contacto, para os miúdos, com a realidade do que aconteceu na Segunda Guerra Mundial.

Recomendo para maiores de 6 anos

Anúncios

Há um Tigre no Jardim

9789898855848

Para começar o ano em beleza, aqui vai mais um livro na minha categoria dos absolutamente deliciosos. É uma homenagem delicada à maravilhosa imaginação das crianças. Tanto a história como as ilustrações são lindíssimas. A capa, muito colorida e com relevos é deslumbrante.

A pequena Nora está aborrecida em casa da avó e esta sabendo que, como todas as crianças pequenas, a Nora tem uma imaginação muito fértil, sugere-lhe que vá brincar para o jardim. Diz-lhe: “Pareceu-me ver lá um tigre esta manhã”

A Nora acha-se já muito crescida para acreditar nessas tontices e afinal de contas, toda a gente sabe que os tigres vivem na selva e não em jardins. Mesmo assim, acompanhada da sua girafa de brincar, também aborrecida, decide investigar.

Descobre então um mundo novo onde vivem libelinhas do tamanho de pássaros, plantas que nos conseguem engolir de um trago e um urso-polar rabugento.

Nora está realmente impressionada, mas quanto ao tigre, todos sabemos que os tigres vivem na selva, certo?

Até que, fica nariz com nariz com um grande e lindo tigre cor de laranja.

Entre eles surge um delicioso diálogo sobre o que é realidade ou não.

“Tu existes de verdade? – Pergunta a Nora.

“Não sei – diz o tigre. – E tu?

Acabam por chegar a um acordo.

“Se tu acreditares em mim, talvez eu exista de verdade.”

Daqui nasce uma amizade, um abraço, uma promessa e um até breve.

 

Recomendo para maiores de 4 anos.