Um tabuleiro de Damas muito especial

dsc_0271-1

Desenhamos a quadrícula de um tabuleiro de Damas numa folha, pintamos e colamos num cartão para ficar mais resistente.

Com plasticina moldamos as peças em duas cores diferentes. A plasticina ao ar acaba por endurecer e temos assim as peças para o nosso jogo de Damas.

Fizemos isto cá em casa num dia em que o Francisco não foi à escola por estar doentinho. Nessas alturas é sempre bom dar asas à imaginação e arranjar alguma coisa especial para fazer.

É muito fácil de fazer e como não tem que ficar perfeito para funcionar bem, os miúdos conseguem efectivamente participar na construção e adoram.

Durante algum tempo, jogámos às damas todos os dias. O jogo propriamente dito é bastante simples de jogar e o Francisco adora. Mas acredito que o que ele gosta mesmo muito é do facto de ter sido construído em família. Para além de construirmos um jogo, construímos memórias felizes. Não há nada mais especial. 😉

Ainda hei-de plastificar o tabuleiro, para não se estragar com o tempo.

 

Anúncios

Impossible Puzzle! – Bons momentos em família

pzl-1000-impossible-tsum-tsum_8bwvhfu

O Pai Natal trouxe-nos este puzzle. Nunca tinha feio um puzzle com tantas peças. Não tenho recordações de puzzles na minha infância e nunca os achei especialmente interessantes. Na verdade, até acho que a maioria são um bocado chatos. Este encheu-me as medidas. Cada cabecinha que vêem na imagem é um personagem da Disney. É absolutamente delicioso. Fazer este puzzle em família e ir percebendo e reconhecendo cada personagem tem sido muitíssimo divertido e uma óptima maneira de passarmos bons momentos juntos, sem pressas, descontraídos a rir e a conversar. O Francisco é campeão no reconhecimento dos personagens, não lhe escapa nenhum. O Manuel é campeão a jogar a mão e desmanchar o nosso trabalho, mas andamos tão divertidos que nem nos importamos muito 😉

Tem sido tão bom, tranquilo e amoroso o que tenho vivido com os meus três amores à volta deste puzzle que já ando a pensar qual será o próximo que vamos fazer. Numa busca na net encontrei dois que acho fantásticos. O primeiro é lindo de morrer, é  O Beijo, um quadro do pintor austríaco Gustav Klimt, com o Mickey e a Minie. O outro, que acho hilariante, é a Gioconda do Leonardo da Vince mas com a cara do Donald.

8005125390816_z

8005125390809_z

Não são o máximo? 😀

Vou ali por mais uma peça ou duas e já volto. 😉

O MONSTRO DAS CORES

hf

 

É uma história muito simples que ajuda os miúdos a organizar e a expressar as emoções sem dramas. Explica as emoções através das cores. O personagem principal é um monstrinho amoroso que muda de cor consoante o que está a sentir.

Li este livro na turma do Francisco quando eles tinham 4 anos e eles reagiram super bem. No final cada um desenhou o seu monstro das cores e usou as cores correspondentes às emoções que estava a sentir.

Recomendo para maiores de 3 anos.

Escrito e ilustrado por Anna Llenas.

Editora: Nuvem das Letras

 

Deixo mais uma sugestão, mas desta vez de um jogo. Foi o jogo que usei com a turma do Francisco para eles desenharem os seus monstrinhos. Chama-se ARTIST’IK e é da DJECO.

artistik

ARTIST’IK

A partir de uma forma, as crianças podem desenhar personagens hilariantes juntando, segundo o lançamento de um dado , olhos, braços, orelhas…

Desenvolvem o seu sentido artístico, trabalham a motricidade fina e ainda desenvolvem as suas competências matemáticas.

jdhf