élia a elefanta elegante

Elia-a-Elefanta-Elegante

Na minha última visita à Baobá Livraria, encontrei este livro. Foi editado em Portugal em 2010 e eu nunca o tinha visto ou pelo menos não tinha reparado nele. Quando lhe peguei, a Ana Rita, livreira maravilhosa que sabe tudo, disse-me:” – Maria, esse livro é muito muito giro.” Se a Ana Rita diz, vamos lá descobrir. Li-o ali mesmo e encantei-me.

Élia é uma pequena e tímida elefanta que acabou de mudar de casa e está preocupada porque tem de ir para uma escola nova.

No primeiro dia de aulas, enquanto todos os elefantes levam na cabeça o chapéu azul da farda, a Élia leva o “chapéu da sorte” que a avó lhe ofereceu, um lindo chapéu laranja com flores.

Na escola, as coisas não correm bem. A malvada da Alice não gosta da Élia nem do seu chapéu. Problemas sérios vão surgir, mas graças à valentia e coração generoso da Élia e com a ajuda do seu “chapéu da sorte” um final surpreendente e mágico vai deixar o leitor com um sorriso nos lábios e o coração quentinho.

É uma estória muito bonita.

Recomendo para as primeiras leituras autónomas

 

 

 

 

 

Anúncios

A MONTANHA DE LIVROS MAIS ALTA DO MUNDO

Capturar

 

Que delícia de livro!

Lucas, nasceu para voar e sabia disso desde sempre. Olhava os pássaros, o rasto dos aviões e tentava inventar asas que realizassem o seu sonho.  Ano após anos, pedia asas ao Pai Natal, mas recebia-as sempre de brincar.

Um dia a mãe pousou-lhe um livro nas mãos e disse-lhe que há outras formas de voar.

Nesse mesmo dia, sem se dar conta, o Lucas começou a voar…

As ilustrações são divinais, cheias de detalhe e bom humor. Apetece ficar quietinho, só a olhar e desfrutar.

É um livro que exalta a maravilha que é o mundo da leitura e da imaginação. Com a imaginação, todos podemos voar. Quem lê é mais feliz.

Gostava que este livro estivesse na estante de todas as crianças do mundo.

Recomendo para maiores de 4 anos.

O DIA EM QUE ME TORNEI PÁSSARO

O Dia em que me tornei pássaro

 

Olá gente bonita 🙂

Depois de umas longas férias, regresso com um livro muito, muito especial.

Um livro que já estava na minha biblioteca há algum tempo em inglês e que eu esperava que fosse trazido para Portugal.

Chegou pelas mãos da editora The Poets and Dragons Society. Na língua de Camões está ainda mais bonito.

O protagonista desta história simples e muitíssimo expressiva é um menino de coração terno que se apaixona pela primeira vez no primeiro dia de escola.

Eles estão na mesma turma e ela senta-se à sua frente. Ele não tem olhos para mais nada, mas ela nem o vê.

Candela é apaixonada por pássaros, observa-os na natureza e cuida deles quando estão feridos.

A voz do menino como narrador é realista e cativante pois ele partilha o que lhe vai no coração de forma simples e honesta.

 

“Quando olho para ela, esqueço tudo o resto.

Já não quero saber dos meus carrinhos,

da minha bola de futebol, nem de coisa nenhuma.

E também já não olho para os pássaros como antes.”

 

Um dia, o menino apaixonado resolve ir para a escola disfarçado de pássaro, um grande e belo pássaro. O fato, construído pelo menino, pode ser visto a ganhar forma nas ilustrações desde a primeira página enquanto a história se começa a desenrolar devagarinho.

Não é fácil andar vestido de pássaro.  Faz calor, os colegas riem-se, jogar à bola é difícil e fazer xixi com aquele fato é complicado. Mas o menino não se importa.

Será que a Candela vai ter olhos para este pássaro tão apaixonado?

Recomendo para maiores de 5 anos

 

Os Beijinhos do Lobo Mau

9789897075964

Um livro muito engraçado para bebés.

Tudo neste livro está pensado para encantar os leitores mais pequeninos, as cores vibrantes das ilustrações, um fantoche de dedo incorporado, um lobo, personagem que faz sempre sucesso e uma história curta, simples e divertida.

O lobo, por ser um fantoche de dedo, interage com as crianças em cada página, ora rosnando, ora bocejando, ora a espirrar, a tossir ou a assobiar como um passarinho e no final, até dá beijinhos.

Este lobo é muito rabugento e está sempre de mau humor. Este lobo uiva, rosna e resmunga, é mesmo rezingão! Ou será que ele só precisa de um beijinhos?

“Não queres dar um beijinho ao lobo para ele se sentir melhor?

Ele também te pode dar uns beijinhos?”

Desconfio que será um daqueles livros que os pequenitos vão pedir para ler vezes sem conta e que deixará memórias de momentos muito ternurentos. 😉

 

Querem que os vossos filhos se apaixonem pela leitura?

livros

São muitos os pais que me abordam a pedir sugestões de livros fantásticos que façam os seus filhos apaixonarem-se por este mundo maravilhoso que é o da leitura. Eu dou o meu melhor e tendo em conta as características e gostos das crianças lá arrisco alguns títulos.

Os nossos filhos imitam tudo o que nós fazemos, de bom e de mau. No que diz respeito à leitura, não é diferente. Qualquer criança crescerá com maior curiosidade pelos  livros se vir os pais a ler e tiver livros espalhados pela casa.

Encham a vida dos vossos filhos de livros, contem-lhes histórias, leiam para eles, frequentem bibliotecas, vão assistir a sessões de contos,  não percam a oportunidade de passear nas feiras dos livros, façam teatrinhos a partir de histórias mas, antes de tudo isso, deixem que os vossos filhos vos vejam a ler os vossos próprios livros, daqueles com muitas palavras e sem desenhos.

As férias são uma ótima oportunidade para começar 😉

Para a foto escolhi alguns livros que me enchem as medidas.

Beijinhos para todos e boas leituras.

A Grande Recompensa

9789897076688

Este é um livro daqueles que não se consegue parar de ler. Perfeito para levar jovens leitores a apaixonar-se pelo mundo maravilhoso da leitura.

Começa assim:

 “O dia em que decidi roubar um cão foi no mesmo dia em que minha melhor amiga, Luanne Godfrey, descobriu que eu vivia dentro de um carro.”

A protagonista desta história é uma menina chamada Georgina, que sofreu uma grande e infeliz reviravolta na sua vida quando o pai abandonou a família sem qualquer justificação.

Sem dinheiro para pagarem a renda do apartamento onde viviam, começam a viver dentro do carro, enquanto a mãe trabalha dia e noite para conseguir devolver a normalidade à vida dos filhos, Georgina e Toby. Ela cuida do irmão depois das aulas, vai para a escola com as mesmas roupas sujas e amarrotadas dos dias anteriores, sem banho tomado e com os trabalhos de casa por fazer. Quando a sua melhor amiga descobre a verdade, as coisas ficam ainda pior e Georgina está desesperada por voltar a ter uma casa para morar.

Ao ver na rua afixado um cartaz em que é oferecida uma recompensa de 500 dólares a quem encontrar um cão perdido, Gorgina tem uma ideia para ajudar a mãe a conseguir o dinheiro necessário para voltarem a ter uma casa. Georgina decide roubar um cão com donos ricos para poder receber uma recompensa quando o devolver.

Georgina rouba um cão mas as coisas não correm exactamente como ela esperava.

A cada passo, Georgina debate-se com questões de ética relativas ao seu plano. Ela sabe que está a fazer uma coisa errada, mas sendo a sua intenção salvar a família, talvez seja desculpável, não?

Há nesta história muitas oportunidades para o jovem leitor se colocar no lugar do outro e um dilema moral intenso que o fará pensar.

Recomendo para maiores de 9 anos.

Boa Noite a Todos

Boa noite a todos

O sol já se põe e todos têm sono. Os ratinhos têm sono, as lebres têm sono, os veados têm sono. Até a mãe ursa tem sono, mas o ursinho ainda quer brincar…

Uma história de embalar, perfeita para partilhar momentos tranquilos com os mais pequeninos, antes de dormir.

Criada pelo ilustrador preminado, Chris Haughton, autor do “MAMÃ?” e editado em portugal pela ORFEU MINI, numa edição cartonada, com páginas de diferentes formatos.

As páginas recortadas, levam o leitor a uma viagem pela floresta onde encontra vários animais sonolentos.

Uma explosão de cores com uma fabulosa paleta em rosa e roxo tornam as ilustrações muito apelativas e adequadas aos pequenos leitores.

Nada foi deixado ao acaso neste livro. Na primeira sequência há um pequeno bocejo, que cresce cada vez mais até que todos vão para a cama.
A sequência final começa com um ronco que cresce cada vez mais até o ursinho receber um beijinho de boa noite e todos estarem dormindo. Até ao final, as ilustrações fazem parecer que o próprio livro está lentamente a fechar os olhos e a adormecer.

É mesmo maravilhoso!

Recomendo para bebés. Não há idade mínima para começar a “ler” 😉